Tecnologia

O uso da tecnologia no esporte: objetivos, benefícios e exemplos

Esporte e tecnologia são grandes aliados. Um (esporte) estuda formas de desenvolver o corpo humano para alcançar novos níveis de performance e execução de determinadas tarefas; a outra (tecnologia) fornece insights precisos e automação para melhorar as atividades e prevenir possíveis riscos.

Portanto, a tecnologia no esporte envolve o uso de recursos inovadores para melhorar a atividade, proteger atletas e favorecer estratégias de vitória e superação.

Por isso, com o tempo, vemos cada vez mais soluções tecnológicas de informação e comunicação no esporte que apontam para um futuro integrado e digitalizado.

As tecnologias auxiliam os atletas, os times, os árbitros, as avaliações do cumprimento de regras e até mesmo os telespectadores.

Como o objetivo da tecnologia consiste em transformar uma atividade de dentro para fora, percebemos que há impactos para todos os envolvidos.

Confira o resto deste conteúdo e saiba mais sobre as aplicações de tecnologia no esporte.

Garanta seu acesso fácil a diversos conteúdos esportivos ao vivo e se mantenha sempre atualizado!

Qual é o objetivo da tecnologia aplicado ao esporte?
Podemos resumir o objetivo das soluções tecnológicas como a extensão da capacidade humana para agregar melhorias concretas a nossas vidas. A tecnologia serve para superar as nossas limitações em todos os âmbitos.

Foi assim que as inovações ingressaram nos mais diversos setores e universos da vida humana. Ela busca oferecer um atalho, um caminho mais curto e eficiente para a solução de problemas clássicos.

No esporte, a demanda é por alto desempenho. O foco é trabalhar o corpo humano para obter uma melhor resposta de flexibilidade, precisão, força, energia, velocidade e outros fatores que favoreçam a vitória em competições de alto nível.

Por isso, cada ponto é importante. No entanto, o ser humano ainda se encontra limitado ao que seus olhos podem ver, na velocidade natural e lenta que podemos analisar. Em alguns casos, é simplesmente impossível garantir uma atenção a todos os aspectos.

Se a tecnologia é introduzida como um padrão no esporte, o nível aumenta como um todo. Há maior precisão e maior excelência na execução das tarefas de todos os envolvidos, todos os competidores, todos os técnicos, todos os árbitros.

Nesse sentido, o ser humano pode alcançar o que sempre almejou com o esporte: chegar a níveis quase impossíveis de resultados.

Se o nível é maior, pois todos os competidores têm acesso às mesmas tecnologias, é preciso investir em outros fatores para superar a concorrência.

Fatores intrinsecamente humanos, como a capacidade de improviso diante do imprevisível e a criatividade, se tornam a chave.

Então, em suma, a tecnologia no esporte serve para destacar o que nos faz humanos.

Por outro lado, podemos pensar em esportes como um jogo de regras fixas, bem definidas, acordadas entre todas as partes. Essas regras definem, dentro daquele escopo, o que é justiça.

Nesse sentido, a tecnologia visa também auxiliar a cumprir as regras e a garantir harmonia dentro do ambiente de jogo. Desse modo, é mais fácil inclusive desenvolver a questão disciplinar que envolve os times e as partidas em si.

Principais benefícios do uso de tecnologia no esporte
Imagem subaquática que mostra uma nadadora fazendo uma passada de braço. Um dos benefícios da tecnologia do esporte é a confecção de roupas especiais para a melhoria do desempenho do atleta.

Agora, vamos abordar alguns benefícios da tecnologia no esporte.

Coleta de dados
Com as inovações recentes do universo da transformação digital, é possível coletar dados de praticamente tudo o que caracteriza a performance no esporte.

É feita uma análise dos pormenores da atividade para captar conclusões interessantes e aumentar a produtividade.

A internet das coisas agrega sensores conectados sem fio, mas também há outras tecnologias que congregam sensores para capturar mínimos detalhes e gerar insights a partir deles. Pode-se citar também a realidade virtual.

Com esses sensores posicionados, é viável monitorar fatores de desempenho que antes nem mesmo era possível avaliar. Há sensores nas bolas usadas, nos trajes dos atletas, no espaço físico usado para as partidas, etc.

Tudo isso gera um mar de dados que podem se transformar em descobertas fascinantes. Daí obtemos uma série de estatísticas que ajudam a entender melhor como os atletas estão se saindo e como podem melhorar.

As estatísticas ficam disponíveis para o público telespectador e também para os treinadores, que devem pensar em soluções.

Proteção da saúde do atleta
Outra importante aplicação da tecnologia no esporte é para proteger a saúde de atletas de alto rendimento. Esportes, em geral, são atividades extremamente exigentes do corpo humano, por isso, pessoas que praticam tendem a sofrer mais com lesões e dores.

Felizmente, a tecnologia evoluiu bastante para chegar até mesmo a prever se um profissional está mais propenso a uma lesão. É possível fazer um treinamento mais inteligente, de modo a evitar esses cenários.

Da mesma forma, quando o evento começa, de fato, o atleta pode ficar mais ciente de seus limites e ser orientado pela equipe para evitar problemas.

Há também significativos avanços no tratamento e na recuperação dos atletas, de modo a garantir que eles não percam muito tempo em departamentos médicos. Além disso, o tempo de retorno é calculado com as tecnologias.

A tecnologia ajuda também na criação de dietas personalizadas, com os elementos nutricionais importantes que ajudam cada profissional.

Melhoria nas decisões
O treinador, ou a pessoa que está em função de coordenação e orientação de um time ou de um esportista, deve tomar decisões constantemente. Suas decisões afetam diretamente o resultado da competição e a postura de cada pessoa dentro do ambiente.

É possível otimizar constantemente as decisões com as novas tecnologias disponíveis atualmente. O treinador dispõe de dados precisos, estatísticas e monitoramento detalhado para escolher certo e buscar a melhor solução para vencer uma partida, por exemplo.

Maior justiça
A aplicação das regras em um esporte tem um único grande objetivo: justiça. As tecnologias garantem isso, pois automatizam a visão do jogo e do espaço, de modo a permitir análises em nível micro que decidem um resultado (ou ao menos contribuem para isso).

É uma precisão científica adicionada ao esporte para eliminar erros por decisões enviesadas. Dessa forma, é mais fácil chegar a um equilíbrio ideal, em que realmente vence quem for o melhor.

E, como falamos, isso favorece a criação de estratégias diferentes, inovações para superar os adversários. Assim, o aspecto humano do esporte vence a disputa.

Melhor treinamento
Dando seguimento em nossa lista de benefícios da tecnologia no esporte, vale mencionar a melhoria nas condições de treinamento.

Com os dados de sensores e as tecnologias ativas no processo, é possível monitorar perfeitamente o desempenho dos atletas, bem como estudar as condições e as possibilidades de melhoria, visando já os resultados.

Nesse sentido, conectamos a questão do treinamento com o fator saúde. Com os sistemas hoje, a equipe de treinamento sabe como extrair o melhor de seus atletas, considerando também limitações de saúde. Assim, é possível evitar lesões, fraturas e acidentes.

O melhor treinamento favorece, naturalmente, a melhor performance nos eventos e nos campos de jogo. Assim, melhor treinamento significa mais vitórias.

Performance em tempo real
Também é possível otimizar a performance no ambiente de jogo e na competição em si. Até mesmo decisões em tempo real são pensadas e melhoradas com apoio da tecnologia.

Com o controle das estatísticas, é possível extrair sempre o melhor resultado dada as condições atuais. Imprevistos como condições climáticas e mudanças no jogo podem gerar novas análises para novos direcionamentos, rumo à vitória.

Roupas e equipamento
Outra vantagem importante de contar com a tecnologia no esporte é o desenho de roupas e equipamentos que aliam conforto e eficiência. Assim, é possível vestir roupas confortáveis, boas de usar, mas que também ajudam no desempenho ativo.

Hoje, é possível até inserir sensores nessas vestimentas para facilitar o trabalho dos profissionais de cada esporte.

Mídia
A tecnologia no esporte também auxilia bastante quem gosta de acompanhar os eventos. Há avanços consideráveis no quesito mídia, para contribuir com a experiência de quem assiste e torce por atletas e times.

Para quem não consegue assistir a um jogo presencialmente, existe a possibilidade de acompanhar via internet, com dados em tempo real sobre o jogo, análises sobre o que está ocorrendo, análise sobre chances de vitória, etc.

Dessa forma, a experiência se torna mais rica e personalizada, pensada para real imersão das pessoas que não estão no ambiente.

Monitoramento de cansaço
Outro benefício que vale menção é o controle do cansaço, algo que pode ser crucial nos treinamentos e nos jogos. É viável saber exatamente quando um atleta está cansado ou exausto para que o treinador tome precauções e medidas de auxílio.

Em um jogo coletivo que depende de substituições, como o futebol, o controle de cansaço possibilita saber os limites de cada jogador para que os técnicos consigam efetuar alterações e substituições no momento certo.

Exemplos de tecnologias usadas no esporte
Vamos agora falar sobre as tecnologias usadas nos esportes atualmente. É importante observar as tendências da tecnologia no esporte e analisar o futuro também.

VAR – Árbitro Assistente de Vídeo
Árbitro de futebol confere um lance da partida no VAR. Essa tecnologia que já é empregada para decisões mais acertadas nos jogos.

O árbitro de vídeo é uma realidade para muitos esportes há muito tempo. No futebol, tem sido o centro das atenções desde a Copa do Mundo de 2018 e tem sido a causa de muitas polêmicas também.

Em suma, o árbitro de vídeo utiliza uma tecnologia de monitoramento e controle das partidas com câmeras diversas em todos os espaços do ambiente.

Então, cada lance pode ser visualizado e pausado para análise com métricas, de modo a permitir a revisão e a aplicação correta das regras. A sessão de vídeo funciona como um complemento às decisões tomadas dentro do campo.

No futebol, por exemplo, árbitros de vídeos ajudam a entender se houve impedimento ou não; se há uma irregularidade que gera uma falta ou um pênalti; se a devida punição foi aplicada em um determinado lance e outros casos.

É como um olhar a mais para o árbitro que já está em campo e que não consegue ver todos os lances com essa precisão. O vídeo oferece o zoom, a câmera lenta e a capacidade de observar todos os detalhes relevantes.

Fabricação de tecidos com nanotecnologia
A nanotecnologia permite introduzir raciocínio computacional em espaços minúsculos, contribuindo ainda mais com a extensão da capacidade de análise e monitoramento. Nos tecidos, é possível melhorar a performance dos atletas que os utilizam, com os sensores.

Esses sensores monitoram cada aspecto relacionado ao desempenho e as condições de saúde para que o atleta consiga se esforçar sem se desgastar ou se machucar. Assim, é possível extrair o melhor desempenho sem causar problemas físicos.

TIC – Tecnologia de Comunicação e Informação
As tecnologias de informação e comunicação trabalham juntas como uma orquestração de recursos inovadores para facilitar o trabalho dos profissionais.

Como já falamos, não somente os atletas são beneficiados, mas também os árbitros, os treinadores, as equipes técnicas de orientação, etc.

É possível criar uma malha de tecnologias e equipamentos que facilitam a comunicação e o controle de cada aspecto do jogo e do evento.

SmartWatch
Mulher confere os batimentos cardíacos no SmarWatch. O monitoramento de dados dos atletas é uma tendência do uso da tecnologia nos esportes.

Os smartwatches são essenciais em esportes de alto rendimento para ajudar no controle de batimentos cardíacos, pressão sanguínea e outras questões. Permitem controlar melhor o cansaço e as limitações de cada atleta, de modo a evitar grandes problemas.

Olho-de-falcão
A tecnologia olho-de-falcão possibilita instalar chips em bolas para rastrear melhor sua movimentação e entender se ela cruzou certas linhas, por exemplo.

Em um lance de gol, esse sistema permite saber exatamente, com o máximo de precisão, se houve cruzamento da linha ou não.

Próteses para atletas paralímpicos
É importante citar também as tecnologias usadas nos esportes atualmente para contribuir com atletas paralímpicos. Com essas próteses, esses profissionais fazem o que amam fazer com o melhor desempenho, de modo a garantir um bom nível de competitividade.

Garanta seu acesso fácil a diversos conteúdos esportivos ao vivo e se mantenha sempre atualizado!

Perguntas frequentes sobre o uso de tecnologia no esporte
Como a tecnologia mudou o esporte?
A tecnologia no esporte aumenta o nível de competição e permite análises mais precisas para melhorar o desempenho.

Qual é a importância da tecnologia para o esporte?
Com a tecnologia no esporte, é possível errar menos, conseguir vitórias mais estratégicas e prejudicar menos a saúde dos atletas.

Quais são as tendências para o uso de tecnologia no esporte?
Algumas tendências da tecnologia no esporte: os chips, o monitoramento do campo, melhoria no entretenimento esportivo, tecnologias para melhorar a experiência no estádio e a comunicação em tempo real.

Conclusão
A tecnologia no esporte serve para auxiliar os profissionais e as equipes de treinamento em seus trabalhos.

Eleva o nível de competitividade e a qualidade do que se vê para permitir um jogo mais inteligente e organizado.

Vemos diversas tecnologias importantes atuando nesse sentido: gestão de big data, sensores, internet das coisas e plataformas de realidade virtual, por exemplo.

A tendência é que mais conceitos surjam e sejam implementados.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo